Skip to content

Emprestimo Sociedade Ao Socio

⌚️ Tem apenas 60 segundos?
Nós sabemos o quão precioso é o tempo, nem todos gostam de ler longos artigos, como tal, recomendamos que veja o video seguinte, contudo, se precisar de informação mais pormenorizada, pode continuar a ler o nosso artigo.

Perguntas Frequentes

1Quando A Empresa Empresta Dinheiro Ao Sócio?

A resposta para essa questão é bastante simples: sim! Desde que haja um contrato firmando tal empréstimo. Contudo é indispensável que as partes preparem um contrato que possua as seguintes informações: o valor do mútuo, a qualificação das partes, o prazo de devolução, os juros que serão pagos, dentre outra cláusulas.

2Como Lançar Empréstimo Da Empresa Para O Sócio?

A contabilização deverá ser feita através de contrato de mútuo. Evitando assim a Falta de lastro para o IRPF. De acordo com o Decreto 3.000 (RIR 99), os rendimentos (juros) de operações de mútuo de entre pessoas jurídicas ou pessoa física são equiparados a rendimentos de aplicações financeiras no que tange ao IRPJ.

3O Que É Empréstimos A Sócios?

Se o sócio emprestar dinheiro à empresa, esse valor é pago assim que ela adquirir disponibilidades financeiras. Os empréstimos dos sócios são os primeiros a serem pagos, quitados. A empresa não deixa dinheiro aplicado, sabendo que deve ao seu sócio. A dívida é imediatamente paga.

4Como Contabilizar Empréstimos A Sócios?

A contabilização será:
1
– pelo registro da entrada do dinheiro:
2
– pelo registro dos juros contratados.
3

5Como Contabilizar Empréstimo Da Empresa Para O Sócio?

Assim, quando um sócio emprestar recursos à sua empresa, esse empréstimo deverá ser classificado e informado no grupo pela data prevista para a sua devolução. Não havendo esse prazo, a informação deste deve ser assentada no Passivo Circulante.

6Como Contabilizar Empréstimo De Uma Empresa Para Outra?

A pessoa jurídica que estiver emprestando dinheiro (mutuante) deve efetuar o registro contábil da operação no “Ativo Não Circulante (ANC)”, no subgrupo “Ativo Realizável a Longo Prazo (RLP)” do Balanço Patrimonial (BP), independentemente de o contrato especificar data de vencimento anterior ao término do exercício …

7Como Fazer Lançamento De Empréstimo?

Todos os empréstimos e financiamentos contraídos pela empresa, cujo prazo de pagamento final seja inferior a um ano, contado a partir da assinatura do contrato, deverão ser registrados contabilmente no Passivo Circulante.

8Como Contabilizar Empréstimo De Mútuo?

O contrato de mútuo será registrado como um passivo exigível na mutuária e como um ativo realizável na mutuante. Os encargos financeiros praticados nos contratos de mútuo devem ser reconhecidos como despesa financeira na mutuária e como receita financeira na mutuante, observando-se o regime de competência.