Skip to content

Elevação Diagonal Com Halter

⌚️ Tem apenas 60 segundos?
Nós sabemos o quão precioso é o tempo, nem todos gostam de ler longos artigos, como tal, recomendamos que veja o video seguinte, contudo, se precisar de informação mais pormenorizada, pode continuar a ler o nosso artigo.

Perguntas Frequentes

1Para Que Serve Elevação Com Halteres?

A elevação lateral com halteres é um exercício ideal para o fortalecimento dos músculos dos ombros além de melhorar a postura do atleta. Ou seja, não é útil somente para deixar os músculos mais torneados, que servem para os exercícios que utilizam os ombros.

2Como Fazer Elevação Lateral Com Halter?

Mantenha o corpo ereto e firme; Afaste os braços ao lado do seu corpo, com a palma da mão na posição neutra (palma da mão direcionada ao corpo); Deixe os cotovelos levemente flexionados; Em seguida, faça a elevação lateral dos braços até que o cotovelo e os halteres se alinhem à altura dos ombros.

3Qual Exercício Substitui A Elevação Lateral?

Qual exercício substitui elevação lateral? Remada alta com barra Pode ser feito com barra, halter ou kettlebell.

4O Que É Elevação Unilateral?

A elevação pélvica unilateral (também conhecida como inclinação pélvica ou elevação de quadril) é um exercício para fortalecer o glúteo e vários outros músculos da região do CORE. O exercício pode ser feito sem peso, mas se você preferir pode colocá-los na altura do quadril.

5Para Que Serve Elevação Lateral Com Halteres?

Segure os halteres ao lado do corpo, estabilize os punhos; Contraia o abdômen e flexione levemente os joelhos; Eleve os braços até aproximadamente a altura dos ombros. Retorne à posição inicial e repita o movimento até completar sua série.

6Quais Músculos Trabalha A Elevação Lateral?

Elevação lateral: músculos trabalhados

RELACIONADO:  Curso De Quickbooks Online En Español Gratis

O exercício também ativa os músculos como o trapézio (superior e inferior), supraespinhal, serrátil anterior, além da ativação isométrica dos músculos dos oblíquos (internos e externos), do reto abdominal, dos eretores da espinha e do quadrado lombar.